Editorias
Quinta-feira, 25 17:32 - Transportes

Índice de faltas às marcações de veículos preocupa Prefeitura

Situação tem preocupado o chefe do Executivo, que vem investindo na qualificação do serviço

Situação preocupa o prefeito Pierre Emerim Foto: Talis Ramon Situação preocupa o prefeito Pierre Emerim

O transporte de pacientes para consultas médicas, exames e procedimentos como quimioterapia, radioterapia e hemodiálise é um dos serviços oferecidos pelo município de Imbé aos moradores que não possuem condições de arcar com os gastos de deslocamento para outras cidades do Estado. Mas um dado tem chamado atenção e preocupado a Prefeitura: é cada vez maior o índice de pessoas que solicitam o transporte mas acabam não utilizando o serviço. No último mês cerca de 15% dos agendamentos foram desmarcados sem comunicado ou justificava à Prefeitura.

 

Embora entenda que em algumas situações possam haver imprevistos que impeçam o paciente de fazer uso do transporte agendado, o titular da Secretaria Municipal de Transportes (SMT), Oldair Arceno, alerta que, em muitos casos, as pessoas sequer avisam o setor responsável pela marcação de veículos. “É algo que nos preocupa porque acaba prejudicando outras pessoas. Eventualmente podemos deixar de levar algum paciente que necessita do transporte por conta da irresponsabilidade de quem marca e depois desmarca sem nos comunicar, impedindo que o lugar reservado seja novamente liberado”, explica Arceno.

 

Segundo a SMT, o município disponibiliza dois micro-ônibus com 28 lugares cada, além de uma van com 12 lugares e oito carros para transportar, diariamente, de 80 a 100 pacientes. O investimento da Prefeitura no serviço acontece desde a aquisição de veículos novos e confortáveis para transportar idosos, deficientes físicos e pacientes que precisam passar por procedimentos mais complexos, até o gasto com combustível para deslocamento desses veículos.

 

Mas para manter o serviço viável, destaca o prefeito Pierre Emerim, é fundamental a colaboração de todos. “Temos o cuidado de montar, diariamente, um roteiro de itinerários que dê conforto e comodidade aos usuários. Cobramos nossos motoristas para que conduzam os pacientes com atenção e responsabilidade. Então nada mais justo que a população compreenda nosso esforço e nos ajude a baixar esse índice de faltas, para que não tenhamos que deslocar veículos sem necessidade”, apela o chefe do Executivo. “Estamos elaborando um projeto de lei para encaminhar ao Legislativo onde regulamentaremos este tipo de serviço e criaremos mecanismos para combater estas ausências não justificadas. Mas isso não significa que esta conscientização não possa acontecer antes mesmo de se tornar lei”, complementa.

 

Os agendamentos de veículos para transporte de pacientes devem ser feitos exclusivamente na Secretaria Municipal de Transportes, localizada junto ao Centro Administrativo Municipal, na Avenida Paraguassú, n° 1043, no Centro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 16h, mediante apresentação do encaminhamento emitido pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Quem desejar mais informações ou quiser desmarcar o transporte agendado pode ligar para os telefones (51) 3627-8230, 3627-8234 e 3627-8265.

 


 

TEXTO: Talis Ramon

 

Prefeitura Municipal de Imbé | Para viver sempre bem.
Av. Paraguassú, 1043
Fone: (51) 3627-8200